Pilares e investimentos na Indústria 4.0

Pilares e investimentos na Indústria 4.0

O termo Indústria 4.0 ou “Smart Manufacturing” (Fábrica Inteligente) consolida uma revolução na indústria caracterizada pela digitalização, interconectividade e novas tecnologias de produção e gestão. Trata-se do uso de um conjunto de tecnologias que permitem que máquinas e humanos trabalhem de forma colaborativa e cada vez mais ágeis. Ou seja, todos os processos estão conectados e comunicam entre si. É uma verdadeira fusão do mundo físico com o mundo virtual.

O conceito surgiu na Alemanha em 2012 em um contexto específico: um projeto para modernizar e aperfeiçoar as indústrias locais, integrando alta tecnologia aos processos de produção industrial. Na ocasião, empresas, universidades e governo passaram a atuar em conjunto, utilizando conhecimento tecnológico e inovação como motores para o desenvolvimento econômico.

Essa nova indústria revolucionou o ciclo de vida da produção alterando processos de manufatura, design, operações e sistemas e se espalhou pelo mundo ao evidenciar, não apenas o crescimento da eficiência produtiva, mas também a redução dos custos de produção, a agilidade nos processos e principalmente o aumento do faturamento do setor.

Para colocar esses conceitos em prática, algumas tecnologias estão ganhando força, sendo os pilares da indústria 4.0 e que sustentam toda essa transformação.  Os chamados “clusters tecnológicos” são a inteligência artificial (IA); o Big Data; a Computação em Nuvem;  a Internet das Coisas (IoT), a Produção Inteligente e Conectada (“Manufatura Avançada”); as Redes de Comunicação; as Nanotecnologias; os Bioprocessos e Biotecnologias Avançadas; os Materiais Avançados; e as Tecnologias de Armazenamento de Energia.

No Brasil

Nos últimos anos, houve aumento significativo no número de indústrias brasileiras que utilizam tecnologias digitais, ou seja, que estão na Indústria 4.0.

De acordo com a pesquisa Investimentos na Indústria, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), entre 2016 e 2018, o percentual das grandes empresas que utilizam, pelo menos, uma tecnologia digital, passou de 63% para 73%.

Segundo o estudo, a indústria apostou na modernização para ganhar eficiência na produção e melhorar a gestão dos negócios. Entre as empresas que já usam tecnologias digitais, 90% contam com soluções voltadas para o processo de produção e/ou gestão.

Participe da 6ª RM Vale TI, que acontece de 22 a 24 de outubro no Parque Tecnológico São José dos Campos e conheça como a Indústria 4.0 já é uma realidade.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Rossi Comunicação
Jornalista Responsável: Valéria Rossi (MTB 028.207)
Contatos:

+55 (11) 3262-0884
+55 (11) 99348-8562

E-mails: [email protected]
[email protected]